FRANCHISING

Consiste num modelo ou sistema de desenvolvimento de negócios em parceria. De acordo com este modelo, uma empresa, com um formato de negócio já testado, concede a outra empresa ou empresário o direito de utilizar a sua marca, explorar os seus produtos e serviços, assim como o respetivo modelo de gestão, mediante contrapartida financeira.

FRANCHISADOR

Empresa original que desenvolve um conceito e pretende expandir-se através do franchising.

FRANCHISADO

Aquele que compra o direito para a abertura de uma unidade individual.

INVESTIMENTO INICIAL

Valor total que o futuro franchisado necessita para arrancar com a sua atividade franchisada. Não inclui o investimento imobiliário, mas deve incluir: equipamentos, obras, mobiliário, direito de entrada, fundo de maneio.

DIREITO DE ENTRADA

Valor a pagar na altura da adesão à rede. O direito de entrada funciona como uma espécie de ‘joia’ paga pelas vantagens de se tornar membro de uma marca já estabelecida no mercado e pelo direito ao uso da mesma.

ROYALTIES

Valor pago, por norma mensalmente, pelo franchisado, através de uma percentagem da faturação, pelo uso contínuo da marca e pelos serviços de apoio prestados pelo franchisador.

TAXA DE PUBLICIDADE 

Contribuição que todas as lojas fazem para um fundo comum, a ser aplicado na promoção da marca e dos produtos da rede.

CONTRATO DE FRANCHISING 

Documento onde está estabelecida a relação entre o franchisador e o franchisado, e os respetivos direitos e deveres a cumprir por ambas as partes. Além disso, deve igualmente incluir informações relacionadas com o território exclusivo de cada franchisado, duração do contrato, condições de renovação, formação, condições financeiras, entre outras.